domingo, 4 de abril de 2010

Às vezes.

Às vezes a gente precisa sair, esfriar a cabeça e pensar quem somos e onde queremos estar. E às vezes se precisa mostrar ao mundo quem somos porque se você se guardar demais, acaba se prendendo dentro de si. Às vezes é preciso sair mesmo que sem rumo só para distrair a cabeça, apenas para não ficar olhando para quatro paredes te sufocando, e que não falam nenhuma palavra da sua língua. Às vezes se precisa esfriar a cabeça, contar até dez porque são os seus pensamentos que te perturbam, os problemas não resolvidos, a desorganização tentando se organizar, o cansaço de pensar. Às vezes é preciso pensar quem nós somos ou como queremos ser. Somos aquilo que nos completa, somos um pouco de tudo e o pouco de tudo está dentro de nós. Às vezes se precisa saber onde quer estar e se ali é realmente o nosso lugar. Ou se o nosso lugar é acolá, precisamos nos perder para nos achar. E ás vezes é preciso perder algo valorozo, para saber depois dar o devido valor. E às vezes deixe pra lá.

4 comentários:

  1. Ziii, q texto tudo *---*
    vc disse tudo, e ao mesmo tempo nos deixou descobrir tudo...
    sem seus textos são os melhores
    Té +
    beijOos

    ResponderExcluir
  2. as vezes eu fico sobrio ,mas só as vezes.

    ResponderExcluir
  3. Muito bom texto. De criatividade e inteligencia impar. Parabéns.

    ResponderExcluir
  4. O texto de alguma forma me remeteu à música "Só hoje", do Jota Quest.

    ResponderExcluir